31 de agosto de 2014

VEM AÍ O PRIMEIRO DISCO ACÚSTICO DO STATUS QUO

Um dos maiores nomes do Rock europeu lançará um novo álbum. Dentro de cinquenta dias estará disponível Aquostic (Stripped Bare), primeiro disco acústico do STATUS QUO. O disco tem data de lançamento prevista para 20 de outubro e trará versões reformuladas de grandes clássicos da banda.

Mais detalhes serão disponibilizados em breve, mas já é possível conferir a capa e as músicas que estarão presentes no disco.


Uma curiosidade sobre a capa é que a fotografia foi tirada pelo roqueiro canadense BRYAN ADAMS. 

Tracklist:

01. Pictures Of Matchstick Men
02. Down The Dustpipe
03. Nanana
04. Paper Plane
05. All The Reasons
06. Reason For Living
07. And It’s Better Now
08. Caroline
09. Softer Ride
10. Claudie
11. Break The Rules
12. Down Down
13. Little Lady
14. Mystery Song
15. Rain
16. Rockin’ All Over The World
17. Again and Again
18. Whatever You Want
19. What You're Proposin
20. Rock N' Roll
21. Don't Drive My Car
22. Marguerita Time
23. Rollin’ Home
24. Burning Bridges
25. Rock ’Til You Drop


26 de agosto de 2014

NOVO DISCO DE BILLY IDOL EM OUTUBRO

O icônico BILLY IDOL disponibilizará um álbum de inéditas em breve: Kings & Queens Of The Underground será lançado no dia 21 de outubro e contará com 11 músicas. Pelo site iTunes, o disco terá uma faixa extra. Abaixo, a capa, as faixas e o primeiro single na íntegra pra você curtir.


Tracklist:

01. Bitter Pill
02. Can’t Break Me Down
03. Save Me Now
04. One Breath Away
05. Postcards From The Past
06. Kings & Queens Of The Underground
07. Eyes Wide Shut
08. Ghosts In My Guitar
09. Nothing To Fear
10. Love And Glory
11. Whiskey And Pills
12. Hollywoood Promises (Bônus - somente pelo iTunes)


Para encomendar o seu exemplar, clique AQUI.


11 de agosto de 2014

COMERCIAIS DOS CIGARROS HOLLYWOOD: UM FENÔNEMO NA CULTURA MUSICAL BRASILEIRA

Hoje comentarei sobre os comerciais televisivos dos cigarros Hollywood dos anos 1980 e 1990 e o impacto de tal publicidade na cultura musical dos brasileiros. Como alguns leitores possuem menos de trinta anos de idade, abordarei o tema gradativamente.

O cigarro é um produto que tem como base o tabaco, o qual é produzido a partir de folhas naturais processadas. O hábito de fumar originou-se no século XVI e, inicialmente, tinha fins terapêuticos. Com a disseminação do tabagismo, veio a industrialização do cigarro por volta de 1850. O surgimento de modernas ferramentas publicitárias permitiu a indústria tabagista seduzir milhões de consumidores no século XX. No Brasil, a propaganda de cigarros já mostrava força nos anos 1970, mas foi a partir da década seguinte que ela alcançou um novo patamar.

Tabagismo e esportes radicais: encantadores na televisão, incompatíveis na prática

A marca Hollywood propôs através da comunicação radiodifundida uma associação tripartite: cigarros, Rock e esportes radicais. Assim, belíssimas imagens de homens e mulheres portando seus maços e praticando windsurf, balonismo ou snowboard com vela eram exibidas exaustivamente na TV ao som de grandes temas do chamado Adult Oriented Rock (AOR). O resultado foi um sucesso, ou melhor, "o sucesso".

Mas o reflexo dessa publicidade não foi apenas o elevado consumo dos cigarros de nome gringo e embalagem tricolor. Acabou tendo impacto direto na cultura musical dos brasileiros. Muitos passaram a se interessar por nomes como PETER FRAMPTON, ASIA e JOURNEY ou descobriram bandas como BLISS, WAYSTED e LIVE através dessas exibições.


Discos de vinil promocionais, devidamente timbrados com a famosa logomarca, foram lançados e levaram a marca inclusive aos não fumantes. Os intérpretes das faixas em questão ganharam notoriedade e até consolidaram-se entre parte do público. A marca deixava de apenas estampar suas embalagens para tornar-se sinônimo de boa música.

Com o estrondoso sucesso do festival Rock in Rio em 1985, a indústria do cigarro resolveu investir no mercado do entretenimento musical e criou o Hollywood Rock. O evento tornou-se o segundo maior do país no gênero, tendo sete edições entre 1988 e 1996. A marca já havia oferecido um festival de Rock com o mesmo nome em 1975. Eventos não musicais também foram patrocinados pela marca como o Hollywood Motocross que ajudou a consolidar a modalidade esportiva no Brasil.

No decorrer dos anos 1990, a marca Hollywood deixou de explorar os temas musicais na TV como vinha fazendo, embora ainda tenha divulgado alguns comerciais extremamente sofisticados. Em 2000, a legislação brasileira proibiu os comerciais televisivos de cigarros. Foi o fim de uma era.

Uma das últimas produções para a TV: genial e caríssima, mas sem as músicas de outrora


MÚSICAS QUE MARCARAM UMA GERAÇÃO

Nos anos 1980 três discos de vinil foram lançados com a famosa marca: Radio Cidade Hollywood e o Sucesso (1980), Isto é Hollywood (1982) e Isto é Hollywood Volume 2 (1984). Nesse período também foram lançados compactos (7") e maxi-singles (12") promocionais com faixas de um ou mais intérpretes.

Posteriormente, diversas compilações com as "músicas do Hollywood" foram lançadas em CD, algumas contendo temas sem relação com os famosos comerciais, o que pode ter ocorrido por obra do inconsciente coletivo ou confusão. A música "Dreams", do VAN HALEN, é um exemplo disso. Uma versão dela figurou em um comercial de cigarros da marca concorrente Lucky Strike mas a faixa original acabou inserida em tais coletâneas. Mesmo sabendo disso, há quem jure ter ouvido "Dreams" em algum comercial do Hollywood.


Particularmente, acredito que outras faixas fizeram parte desses comerciais (certamente muitos dirão isso). Porém, sem maiores pretensões, listei abaixo as músicas que possuem comprovada relação com a marca de cigarros em questão. Ei-las:

FAIXAS DIVULGADAS NOS COMERCIAIS DE TV DA MARCA HOLLYWOOD (clique nos nomes das músicas para assistir aos comerciais da época)

JIMMY CLIFF - Love I Need (surf)
WILLIE NILE - That's The Reason (ciclismo)
ERUPTION - Go Johnny Go (patins)
PETER FRAMPTON - Breaking All The Rules (ultraleve)* ***
THE A's - A Woman's Got Power (windcar) x
THE POLICE - Every Little Thing She Does Is Magic (sportwear)* ***
ASIA - Only Time Will Tell (vela)* ***
J. GEILS BAND - Freeze Frame (corrida na areia)
KANSAS - Play The Game Tonight (corrida na areia)* x
SURVIVOR - Eye Of The Tiger (vários esportes)* ***
JOHN MILES - Song For You (powerski)
LIONEL RITCHIE - All Night Long (hovercraft)
THE WEATHER GIRLS - It's Raining Men (Parapente)**
GILBERT MONTAGNÉ - Just For Tonight (sidecar)**
GARY O' CONNOR -  Get It While You Can (motos)
WHITESNAKE -Love Ain't No Stranger (vários esportes)***
HEART - If Looks Could Kill (bodyboard)***
SURVIVOR - Burning Heart (jetski)***
STEVE WINWOOD - While You See A Chance (canoagem)
WAYSTED - Heaven Tonight (paraglider)
KING KOBRA - Iron Eagle (Never Say Die) [windsurf]
FLEETWOOD MAC - When I See You Again (balonismo)
BLISS - I Hear You Call (snowboard)
WHITESNAKE - Gimme All Your Love Tonight (esportes aquáticos)
PHENOMENA II - Did It All For Love (rafting)
DAVID COVERDALE/ROUPA NOVA - Holywood O Sucesso (vários esportes)****
TINA TURNER - Break Through The Barrier (moto-ski)
SKIN GAMES - Brillant Shining (snowboard com vela)
TEARS FOR FEARS - Woman In Chains (paraquedas) x
BAD COMPANY - If You Needed Somebody (balonismo)
WINGER - Miles Away (jetski)
DRIVE SHE SAID - Hard To Hold (ski) x
LIVE - Pain Lies On The Riverside (rapel)
? - Born To Be Wild (várias imagens) x

* faixas presentes também no LP Isto é Hollywood de 1982.
** faixas presentes também no LP Isto é Hollywood Volume 2 de 1984.
*** faixas lançadas também em compacto ou maxi-single.
**** tema exclusivo dos comerciais.


OUTRAS FAIXAS DIVULGADAS EM DISCOS PROMOCIONAIS COM A MARCA HOLLYWOOD

BILLY PAUL - Your Song*
GEORGE BENSON - On Broadway*
THELMA HOUSTON - Don't Leave Me This Way*
DIRE STRAITS - Sultans of Swing*
CRISTOPHER CROSS - Never Be the Same*
RARE EARTH - Warm Ride*
BARRY MANILOW - Copacabana (At the Copa)*
DOOBIE BROTHERS - What a Fool Believes*
VOYAGE - Souvenirs*
JOURNEY - Stone In Love**
SANTANA - Hold On**
REO SPEEDWAGON - Keep the Fire Burning**
TOTO - Rosana**
ALESSI - All For A Reason**
JOURNEY - Don't Stop Believin'***
SCANDAL - The Warrior***
STEVE PERRY - She's Mine***
SURVIVOR - High on You***
BONNIE TYLER - Holding Out for a Hero***
STEVE PERRY - You Should Be Happy***
38 SPECIAL - Caught Up In You***
MATTHEW WILDER - The Kid's American***
KATE BUSH - Strange Phenomena****
KANSAS - Play On (Lado B de "Play The Game Tonight" de 1982)****
SURVIVOR - Silver Girl (Lado B de "Eye Of The Tiger" de 1982)****
WHITESNAKE - Slow And Easy (Lado B de "Love Ain't No Stranger" de 1985)****
HEART - Never (Lado B de "It Looks Could Kill" de 1985)****

* faixas presentes no LP Radio Cidade Hollywood e o Sucesso de 1980.
** faixas presentes no LP Isto é Hollywood de 1982.
*** faixas presente no LP Isto é Hollywood Volume 2 de 1984.
**** faixas lançadas em compacto ou maxi-single.


Os comerciais criados para os cigarros Hollywood marcaram uma geração e causaram uma revolução no "consumo musical" de muitos brasileiros, num período em que fumar parecia politicamente correto. Sabendo disso, deixo no ar uma pergunta: por que a indústria de produtos politicamente corretos e relacionados a esportes radicais não investem em comerciais desse porte nos dias atuais?


Nota pessoal: fumei durante seis anos. Dizia que o cigarro era meu companheiro. Eventualmente, associava Rock, cervejas e cigarros. Adorava essa combinação aos sábados. Mas aprendi que estava errado. Parei de fumar há oito anos. Foi a melhor decisão que tomei na vida.


7 de agosto de 2014

DEZ VERSÕES QUE VOCÊ NUNCA IMAGINOU OUVIR

Você curte regravações de clássicos da música ou não abre mão das versões originais? Um usuário do YouTube identificado como Andy Rehfeldt resolveu dar uma cara nova a várias faixas e fez algo bem diferente daquilo que poderia se imaginar. 

Confira abaixo dez versões que você nunca imaginou ouvir na vida.


Kiss - Detroit Rock City  (versão original AQUI)
Imagine os caras do KISS viajando em seu jato particular, tendo de fazer um pouso de emergência na Jamaica...


Metallica - Enter Sandman (versão original AQUI)
Parece que o maior sucesso comercial do METALLICA foi rearranjado para tocar em algum festival de música "zen". 


Frank Sinatra e Louis Armstrong - Birth Of The Blues (versão original AQUI)
Essas duas lendas são conhecidas por pérolas como "What A Wonderful World" e "My Way". Com relação ao vídeo abaixo, percebe-se que SINATRA está fumando no palco. Seria aquele "rolinho" a explicação para uma mudança sonora tão agressiva?



Alice In Chains - Man In The Box (versão original AQUI)
Essa foi uma das músicas mais tocadas nos anos 1990, um dos hinos daquilo que é chamado de Grunge. Mas o que se ouve aqui é de dar inveja até ao STEVE WONDER.


Iron Maiden - The Trooper (versão original AQUI)
Um clássico do Heavy Metal ganhou uma versão Bossa Nova. A "Donzela de Ferro" virou uma "Garota de Ipanema".


Dio - Holy Diver (versão original AQUI)
Ele é o deus do metal em pessoa. Mas alguma coisa está fora do lugar por aqui. Dá a impressão de que o LENINE será chamado no palco a qualquer momento.


Bob Marley - Is This Love (versão original AQUI)
Uma declaração de amor em forma de bigorna.


ABBA - Dancing Queen (versão original AQUI)
Na Suécia, certamente existem boas bandas de Metal. Mas eu não imaginaria o estilo influenciando o quarteto mais famoso daquele país. Essa versão faria sucesso em um show de calouros apresentado pela Elvira, a Rainha das Trevas.


Ozzy Osbourne - Children Of The Grave (versão original AQUI)
Para o OZZY gravar uma versão dessas, só se ele mordesse a cabeça de um morcego "mais louco que o Batman" (se é que você me entende).


Marilyn Manson - The Beautiful People (versão original AQUI)
Versão Polca. Tipo, o visual do RAMMSTEIN e a sonoridade de SPIDER MURPHY GANG. 


Para curtir várias outras versões criadas por Andy, clique AQUI.


5 de agosto de 2014

QUEM LEMBRA? REVISTA TOP ROCK

Hoje é fácil: você vai no Google, digita o nome de uma banda e acessa o Wikipedia ou outro site pra saber "tudo" sobre ela. Mas... e como você teria feito se quisesse saber "tudo" há mais de 20 anos? Pois é.

Naquele período, onde internet não existia (não na prática, pelo menos) e o termo Google soaria como um novo brinquedo da Estrela, você só saberia de algo através de outros meios. Publicações impressas ou capas e encartes de LP eram duas de poucas opções. Abaixo, a capa de uma das revistas que circularam nos anos 1990, a Top Rock.