20 de dezembro de 2016

REVIEW: 20ª FEIRA DO VINIL DO CANAL DA MÚSICA - 17/12/2016

O último hiato de cultura, diversão e confraternização em um 2016 de dificuldades e desafios. Foi o que a vigésima edição da Feira do Vinil do Canal da Música proporcionou ao público, pelo menos por um dia.

Antes mesmo do horário oficial da feira cheguei com minha esposa e as três caixinhas de LPs trazidas graças ao caríssimo Jorge e seu táxi salvador. Foi minha primeira feira como expositor dentro do Canal da Música. Instalado no espaço destinado, peguei a credencial e informações complementares com o gente finíssima Marco Dusch. Então, era a hora de disponibilizar o material ao público e (tentar) fazer uma grana.

Ainda sem ter perspectiva de como seria aquele sábado fui surpreendido pelo repórter do Canal 9 para uma rápida entrevista. Sem reação, topei de imediato. A matéria foi ao ar na segunda (19) e abordou toda a feira. Muito bacana.



Para o lanche, minha esposa sugeriu um Food Truck. E lá foi a primeira dama comprar uma das melhores coisas que comi em minha vida, um sanduba de costela desfiada e bacon, com salada, molho e pão Ciabatta. Fodástico, embora caro. Do lado de fora, ao lado do espaço gastronômico, arte, toys, músicos locais e a presença do lendário KID VINIL.


Desde que cheguei ao Canal da Música cogitei a possibilidade de adquirir o novo lançamento do MOTOROCKER, a versão limitada em Long Play para o clássico álbum Igreja Universal do Reino do Rock. Mas sem cascalho para gastar com "caprichos", deixei a ideia de lado. Eis que um dos expositores da feira, o qual tinha a venda o LP em questão, visitou minha mesa e pediu para reservar um de meus bolachões (eu estava sem máquina de cartões). Foi a deixa para posteriormente eu sugerir um "bem bolado" e finalmente adquirir o "santo graal" vinílico da malária.


Logo em seguida o MOTOROCKER chegou ao Canal da Música para uma rápida sessão de autógrafos, já que duas lojas responsáveis pela distribuição estavam expondo no local, a Melômano Discos e a Neves Records. Foi muito satisfatório poder conversar com os caras da banda e tirar uma "chapa" com o quinteto.


Faltava vender alguns LPs para obter uns trocos. Com várias opções baratas e colecionadores interessados, as coisas aconteceram. Mais uma vez, foram os mais assíduos fãs de KISS que não marcaram presença. Ou pelo menos não manifestaram-se, já que novamente levei excelente e raro material da banda para venda.

O ponto alto da feira é o contato com as pessoas. Figuras de TODAS as tribos passam pelas caixas de discos. Basta um dos lados da mesa começar a conversa e um bom papo está garantido. Dos vendedores e visitantes, pude contatar os meus amigos de longa data Benedito e Rey (da Discos Raros), o gente fina Diego (do blog De Volta Para o Vinil), o Umberto (da UP LPs) e outros tantos.

Dos clientes, o Senhor Álvaro (foto) foi um dos primeiros. Procurava por capas genéricas para seus LPs órfãos. Terminamos o papo falando de TRAVELING WILBURYS e YAMANDU COSTA. Além dele, o Marcelo (cliente desde minha primeira feira), a Kawane (que reservou seus LPs pela internet), e o  João "Guitar Man" Vitor, da banda CANELA SECA (posso dizer que "contribui" pro nome da banda a cerca de dois anos) marcaram presença. Isso sem falar em todos os demais. Agradeço a cada um, sem exceção.


Em suma, a consagrada e multi atrativa Feira do Vinil do Canal da Música não deixou a desejar em sua proposta original, tampouco em seus adicionais.

Até a próxima!



2 comentários:

GR33Nh4T disse...

Excelente, Denis. Gostei muito do review e com a matéria da E-TV ficou melhor ainda! Apenas recomendo você salvar este vídeo e subir para algum canal seu no YouTube, apenas a fim de manter para a posterioridade! Forte abraço e mais sucesso ainda nas vendas de 2017!!!!

Denis Luiz disse...

Obrigado pelas palavras, GR33Nh4T! Vou salvar o video. Afinal, não é todo dia que apareço na TV né (risos). Abração!