12 de junho de 2017

VEM AÍ MAIS UM DISCO DO ACCEPT. E COM VÁRIAS OPÇÕES EM VINIL

Depois do sucesso de Blind Rage, lançado em 2014, o ACCEPT vai lançar mais um disco de estúdio: trata-se de The Rise Of Chaos, que estará disponível em 04 de agosto. Este será o décimo quinto disco dos caras, não incluindo coletâneas e discos ao vivo.

Além dos formatos digital, CD e Box Set, o álbum terá várias opções em LP, sendo vinil duplo nas cores preto, vermelho, verde, laranja com vermelho e laranja com azul, além de EPs de 7 polegadas nas cores preto, branco e dourado. A maioria deles são encontrados exclusivamente no site Nuclear Blast.

Abaixo, capa, tracklist e faixa nova.


01. Die By The Sword
02. Hole In The Head
03. The Rise Of Chaos
04. Koolaid
05. No Regrets
06. Analog Man
07. What’s Done Is Done
08. Worlds Colliding
09. Carry The Weight
10. Race To Extinction



Para encomendar o seu pelo Google Play, clique AQUI.


DEEP PURPLE, LYNYRD SKYNYRD E TESLA EM CURITIBA

Noite única. 12 de dezembro. Três grandes nomes da música na Pedreira Paulo Leminski.


Para maiores informações e comprar ingressos, clique AQUI.


5 de junho de 2017

E AÍ, O QUE ACHARAM DO NOVO DISCO DO DEEP PURPLE?

E no último mês de  o DEEP PURPLE lançou seu mais novo disco. Trata-se de InFinite, o vigésimo disco de estúdio dos caras, além das incontáveis coletâneas e gravações ao vivo.

Particularmente, digo apenas que gostei muito. Acho que a sequência das três primeiras músicas é sensacional. Levemos em conta que estamos em 2017 e que, por exemplo, aquele frontman já alcançou 71 anos. O que o seu avó faz com essa idade??? (risos).

É PURPLE, tem que conferir.

Abaixo, capas, tracklist e faixa.




1. Time For Bedlam
2. Hip Boots
3. All I Got Is You
4. One Night In Vegas
5. Get Me Outta Here
6. The Surprising
7. Johnny's Band
8. On Top Of The World
9. Birds Of Prey
10. Roadhouse Blues





THE CULT VOLTA A CURITIBA



Para maiores informações e compra de ingressos, clique AQUI.


ALICE COOPER EM CURITIBA




Para maiores informações e compra de ingressos, clique AQUI.


25 de maio de 2017

SHOWS INESQUECÍVEIS: THE SWEET - HELLOOCH, CURITIBA - 25/05/2007

O mais curioso em escrever esta postagem é saber que muita gente vai dizer que não sabia que o SWEET já tocou por aqui...

Senhoras e senhores, hoje comentarei mais uma bela lembrança que possuo, talvez uma das mais significativas de minha modesta e pobre vida de roqueiro: o show do SWEET em Curitiba, há exatos dez anos.


A passagem da  Sweet Fanny Adams Revisited 2007 Tour no Brasil é um fato histórico. O SWEET é uma daquelas bandas que, embora mundialmente reconhecidas, raramente saem da Europa. 

Estavam previstas quatro datas no país incluindo Campinas, Porto Alegre, Curitiba e São Caetano do Sul. Mas apenas as capitais do sul tiveram o privilégio de ver a banda. Aliás, o show de Curitiba poderia ter sido ainda mais épico, já que a banda SLADE também viria ao Brasil para tocar em nossa capital na mesma noite. Mas por motivos de força maior o SLADE adiou sua vinda ao nosso país (até hoje).

Fiquei sabendo do show à época através da internet. Lembro também que o Canal 4 (SBT) fez uma chamada bem bacana. Aliás, queria muito que alguém postasse esse vídeo na rede...


O ingresso custou R$ 50,00. Comprei o meu lá pelo centro da cidade. Na verdade foram dois tickets, pois convidei um então colega de trabalho.

A casa escolhida pelos organizadores foi a Hellooch (ex-Moinho São Roque e atual Trésor Eventos), local que historicamente apresentou vários bons nomes da música. Cheguei cedo pra não me incomodar. A fila era discreta e formada predominantemente por quarentões e cinquentões. Em virtude deste perfil, um bom papo à espera da abertura da casa era inevitável. Conheci um casal gente finíssima, que levou a jovem filha pra conhecer uma das maiores bandas britânicas de todos os tempos.

O frio naquela noite era considerável mas me arrependi de vestir lã debaixo da jaqueta de couro. A coisa esquentou rápido. Ainda mais quando meu então colega de trampo encontrou uma "cliente" trabalhando no bar principal do local. Digamos que ela foi gentil. Nós comprávamos fichas para refrigerante e ela nos servia Cuba Libre com dose dupla de Rum. Cheers!


line-up era muito bom. Além de ANDY, que só melhorou com o passar dos anos, a banda tinha o carismático e talentoso PETE LINCOLN (vocal e baixo), o porretada BRUCE BISLAND (bateria e vocal) além do talentosíssimo STEVE GRANT (teclados, violão, guitarra e vocal).

O som mecânico ajudou a manter todo mundo animado. E com um bom público lá pelas tantas eis que o sistema de som toca aquela introdução tradicional nas apresentações dos caras. Em seguida, a banda abre fodasticamente  com "Hellraiser". Insanidade pura.

O público simplesmente pirou com a sequência de hits. A banda, especialmente o guitarrista ANDY SCOTT, não esperava uma plateia tão fiel, cantando TODAS as faixas. Ele anunciou sua faixa preferida ao público, "The Sixteens". A banda tocou-a duas vezes seguidas. Em um determinado momento, ANDY parou para pronunciar algumas palavras, incluindo "CAIPIRINHA" (ele estava tomando uma). 


A apresentação seguiu surpreendendo, incluindo um rápido número do tecladista STEVE GRANT, que brincou com um clássico dos BEATLES. A conexão entre plateia e banda foi constante, mas chegou a níveis estratosféricos quando a banda tocou "Fox On The Run". A noite foi encerrada com o hino "Ballroom Blitz".

A impressão causada pelos curitibanos aos roqueiros britânicos foi tão grande que eles mencionam tal fato na página oficial do quarteto. Numa tradução livre, os caras disseram que "o público foi provavelmente o mais louco que vimos. Do riff de abertura de "Hellraiser" ao estrondo final de (Ballroom) Blitz foi caos do melhor tipo! Que show". 

Foi tão louco que a banda carioca SNOW, que faria a abertura para o SWEET, acabou tocando depois...(risos). 


Neste momento uma fila formava-se no corredor lateral direito, no acesso aos camarins. A expectativa era de poder tirar fotos e pegar autógrafos com a banda. Rapidamente meu colega e eu nos posicionamos na fila. Alguns estavam lá com seus LPs. Logo um funcionário da casa chegou com vários posters promocionais do show e distribuiu para quem estava por ali. Eu já tinha onde pegar assinaturas.

Eis que depois de um tempo os fãs puderam conhecer seus ídolos. Simplesmente surreal. PETE é um cara extremamente simpático; STEVE é mais reservado; BRUCE é muito bem humorado; E ANDY é um legítimo Sir. Todos tiraram fotos e deram autógrafos. A empolgação foi tanta que eu, por exemplo, não tirei foto com o baterista, enquanto meu colega tirou foto com ele duas vezes (risos).

Um momento impar na vida dos roqueiros curitibanos que estiveram lá.

Uma honra conhecer Sir ANDY SCOTT
MÚSICAS:
Intro
Hellraiser
Sweet F.A.
Into The Night
The Sixteens (tocada duas vezes)
Wig Wam Bam
Little Willy
Heartbreak Today
Restless
No You Don't
Teenage Rampage
Love Is Like Oxygen
Action
Blockbuster
Fox On The Run

Set Me Free
Ballroom Blitz

13 de maio de 2017

FAIXA DE NOVO DISCO DE SHAKIN' STEVENS GANHA REMIX E VIDEOCLIPE

Uma faixa do mais recente álbum galês e ídolo SHAKIN' STEVENS ganhou uma versão remixada. Trata-se de "Down In The Hole", que teve lançada em março um versão chamada Radio Mix. Originalmente, ela é uma das dez faixas lançadas pelo cantor no excelente disco Echoes Of Our Times

Aliás, o CD surpreendeu positivamente mesmo aqueles que já conheciam o cantor. Foi o meu caso: imaginei um material reflexivo, coisa de um senhor. Mas o álbum tem faixas com energia e as reflexões valem para todos. Um disco atual, sem deixar de ser clássico. Este remix é o terceiro single do mais recente álbum. Antes foram promovidas as excelentes faixas "Last Man Alive" e "Down Into Muddy Waters".

Abaixo, capa e faixa.




Para comprar a faixa pela internet, clique AQUI.


5 de maio de 2017

THE SWEET DISPONIBILIZA FODÁSTICA BOX DE VINIS

Uma de minhas bandas favoritas acaba de lançar uma das mais belas caixas de discos de vinil dos últimos anos. trata-se de Are You Ready? The RCA Years.

A lindíssima box da Sony traz 7 LPs, sendo os cinco clássicos discos da primeira fase da banda (Funny How Sweet Co Co Can Be, Sweet Fanny Adams, Desolation Boulevard, Give Us A Wink e Off The Record) e o inédito disco duplo ao vivo The Rainbow - Live In The UK 1973. Os discos de estúdio ainda incluem um total de 12 faixas bônus em relação aos lançamentos originais. Um poster gigante acompanha os bolachões.

Abaixo, fotos da caixa e vídeo oficial do lendário guitarrista ANDY SCOTT apresentando o material (ele mesmo ficou embasbacado com o produto).





Que vontade de chorar, ainda mais vendo o vídeo...

Para encomendar o seu exemplar, clique AQUI. Para visitar o site do BNDES e pleitear um financiamento, clique AQUI (risos)...


28 de abril de 2017

O ÚLTIMO DISCO DO CHEAP TRICK NEM ESFRIOU... MAS EM JUNHO TEM OUTRO

Os norte-americanos do CHEAP TRICK lançaram a pouco mais de um ano Bang, Zoom, Crazy... Hello, seu último disco. Ou melhor, PENúltimo. A banda anunciou nesta semana o lançamento de We're All Allright! para o dia 16 de junho.

Este será o 18º disco de estúdio dos caras (nem parece). Recentemente, a banda havia disponibilizado um single ao vivo para a faixa "I'm Waiting for The Man", música de LOU REED lançada no tempo do THE VELVET UNDERGROUND.

Abaixo, capa, tracklist e primeira faixa disponível.


01. You Got It Going On
02. Long Time Coming
03. Nowhere
04. Radio Lover
05. Lolita
06. Brand New Name On An Old Tattoo
07. Floating Down
08. She's Alright
09. Listen To Me
10. The Rest Of My Life
11. Blackberry Way (THE MOVE cover) [faixa bônus]
12. Like A Fly (faixa bônus)
13. If You Still Want My Love (faixa bônus)



Para encomendar o seu exemplar, clique AQUI.


27 de abril de 2017

ROCK 'N' ROLL PROJECT: COLEÇÃO COMPLETA A VENDA

Uma ótima oportunidade para os roqueiros de plantão que desejam adquirir a coleção de CDs ROCK 'N' ROLL PROJECT: um grande amigo está disponibilizando para venda a coleção original completa, com dez volumes.


Em razão da raridade do material, o valor pedido é de R$ 1.200,00.

Interessados (somente interessados) deixem suas mensagens no e-mail maxmoretti@hotmail.com


Uma famosa coleção de 10 Compact Discs com clássicos do Rock que tocaram principalmente durante as décadas de 1970, 1980 e 1990 em clubes, sociedades, festas, saraus e bailinhos. São quase duzentas faixas (algumas muito raras) dos subgêneros mais divertidos do estilo, incluindo o Glam, o Euro e o Pub, dentre outros.

Essa "Barsa musical" virou lenda em Curitiba e outras partes do Brasil. Mas os dez volumes que formam a coleção oficial simplesmente desapareceram do mercado. Atualmente nem os grandes sebos e lojas de discos possuem tal material.


P.S: Antes que alguém escreva algo, esclareço que a coleção com dez volumes é completa SIM! Como já postei aqui há vários anos, em virtude da procura insana que ocorreu à época pelos dez CDs,  um décimo primeiro foi lançado numa tentativa de atender tal demanda. Porém, o PROJECT já estava consolidado! Esse volume 11 veio num momento diferente, lançado em circunstâncias diferentes, inclusive (até onde sei) o DJ Reverson Barbosa (da Doctor Discos) já era falecido.


24 de março de 2017

THE SWEET LANÇA FAIXA CLÁSSICA EM VINIL PARA O RECORD STORE DAY

Uma de minhas bandas prediletas estará disponibilizando uma edição especial para o evento vinílico RECORD STORE DAY. A música "Fox On The Run", clássico do THE SWEET, terá sua versão em maxi-single amarelo. E isso eu não poderia deixar de comentar aqui.


O RSD é o evento mais importante do vinil. Não é algo como uma feira de discos. São lojas e distribuidores que organizam-se em torno da data, em alguns países. Algumas lojas brasileiras estão cadastradas no site oficial do evento, que será daqui a quatro semanas.

Todo ano vários artistas lançam material antigo/novo/limitado. Muitas vezes a venda é exclusiva para a data. Mas muitas bandas "startam" algumas edições no dia em questão. No gosto aqui do blogueiro que vos escreve teremos em 2017 LPs do MOTORHEAD, CHEAP TRICK, THE CARS, THE RUNAWAYS, JIMI HENDRIX, TOTO, NEIL YOUNG, PINK FLOYD, MIKE PETERS & THE ALARM, dentre outros.

Será a primeira em 42 anos vez que "Fox On The Run" estará disponível como single em vinil. O lado B terá um remix da mesma por JAY FROG & AMFREE. Recentemente, a faixa foi inserida na trilha sonora do filme Guardiões da Galáxia 2. Vale dizer que esta é a SEGUNDA versão da banda para tal música. Não conhece a primeira? Então ouça AQUI.

Abaixo, o video promocional do lançamento do SWEET.



22 de março de 2017

CHUCK BERRY: NOVO DISCO 'PÓSTUMO' CONFIRMADO PARA JUNHO. FAIXA JÁ ESTÁ DISPONÍVEL

Se no último dia 18 perdemos CHUCK BERRY nesta semana ganhamos uma ótima notícia. O novo álbum do 'Pai do Rock 'será mesmo lançado. Chuck estará disponível em 16 de junho.

No entorno de seu aniversário de 90 anos, em 2016, BERRY anunciou ao mundo o lançamento de um novo disco. Mas com sua morte as dúvidas sobre a disponibilização do material surgiram. Eis que a família do guitarrista manifestou-se favoravelmente, citando que esta seria a vontade dele. 

Dentre as pessoas que participaram da gravação das faixas estão dois filhos (CHARLES e INGRID) e o guitarrista do RAGE AGAINST THE MACHINE, TOM MORELLO (algo aparentemente inimaginável). A boa notícia para os apaixonados pelos Long Plays é que o álbum vai sair em vinil vermelho (já tem opção de pré-compra).

Abaixo, capa, tracklist e faixa nova.


01. Wonderful Woman
02. Big Boys
03. You Go To My Head
04. 3/4 Time (Enchiladas)
05. Darlin'
06. Lady B. Goode
07. She Still Loves You
08. Jamaica Moon
09. Dutchman
10. Eyes Of Man



Para encomendar o seu exemplar, clique AQUI.

E viva o Pai do Rock!


19 de março de 2017

ROCK DE LUTO: UMA MODESTA HOMENAGEM AO VERDADEIRO PAI DO ROCK

Podemos dizer que a morte é a maior certeza que temos. Não há vacina contra ela. Não há quem tenha a dispensado. Ainda assim, ela nos traz um sentimento diferente. Para alguns, o fim. Para outros, a passagem para uma nova etapa.

E com o respeito a quem foi em minha opinião O PAI DO ROCK AND ROLL, deixo meu agradecimento ao norte-americano CHARLES EDWARD ANDERSON BERRY SENIOR, também conhecido como CHUCK BERRY. Ele tinha 90 anos.


Não entrarei aqui no mérito sobre quem foi o cara a executar os primeiros acordes do Rock na história (embora isso gere uma discussão muito boa). Não se trata de quem pôs no mundo, mas de quem fez seguir o caminho certo. Afinal, pai é quem cria.

O roqueiro CHUCK BERRY é simplesmente incontestável. É a síntese do estilo, o conjunto da obra. É o negão que mostrou aos branquelos como é que se faz uma introdução de guitarra, um "passinho", um show de Rock.

Oficialmente, são contabilizados quase 70 lançamentos em sua discografia (incluindo discos ao vivo e coletâneas). Desde "Maybellene" lançada em 1955, o pai do Rock colecionou super sucessos. Diversas faixas dele também deixaram de ser exploradas. O último disco de inéditas de CHUCK foi Rock It! (1979). Um novo álbum, com novas faixas, estava programado para ser lançado neste ano. Fiquemos no aguardo para saber se o material já havia sido gravado ou não.

Abaixo, algumas faixas em homenagem a este senhor que prestou serviços imensuráveis à humanidade.

Um lado B do primeiro disco de BERRY. O pai do Rock ensina o Blues. Faixa fodástica.

O clássico definitivo do Rock and Roll. Vai Joãozinho, vai...

O site Second Hand Songs cita 113 versões e 8 adaptações para essa faixa. "Surfin' USA" dos BEACH BOYS te lembra alguma coisa???

Faixa instrumental do álbum Two Great Guitars (1964), lançado em parceria com BO DIDDLEY.

Show antológico no Filmore Auditorium em 1967. A banda que toca com CHUCK BERRY aqui é ninguém mais, ninguém menos que a STEVE MILLER BAND.


Faixa do último (e pouco executado) disco de estúdio dele. Nem parece que esse LP saiu no Brasil.


O cara já era conhecido em todo o sistema solar e ainda foi tocar na inauguração de uma concessionária automotiva. É o Rock acima das vaidades.


Obrigado, CHUCK BERRY. Descanse em paz.


13 de março de 2017

FEIRA DA MÚSICA NA PRAÇA DA ESPANHA

A partir do próximo sábado, dia 18 de março, uma nova opção para compra de CDs, LPs e afins (além de antiguidades) estará disponível em Curitiba. Trata-se da Feira da Música na Praça da Espanha.


O novo projeto visa ampliar o leque de opções para aquisição de cultura em nossa capital. Ela irá além das tradicionais feiras de vinil pois oferecerá música em variados formatos. É como se tivéssemos uma espécie de Feira do Largo da Ordem "musical" aos sábados.

O local é bem conhecido dos curitibanos, a Praça da Espanha. Ela tem bom espaço e possui em seu DNA a presença de um público de atitude. Dentre os expositores estarão tradicionais vendedores de discos da cidade. Eu também estarei lá, com a Roqueiro Curitibano Discos.

O projeto é novo. Por isso conto com o apoio, divulgação e presença de todos. Comentem com os amigos, compartilhem na redes sociais e façam uma força para estar lá, nem que seja apenas para dar um "oi" (risos).

Obrigado! Nos vemos no sábado!


REVIEW: 21ª FEIRA DO VINIL DO CANAL DA MÚSICA

Neste último sábado (11) tivemos a 21ª edição da Feira do Vinil do Canal da Música, o principal evento "vinílico" do estado do Paraná no momento. A expectativa era grande pela sua realização. O tempo, que foi de sol durante a semana, estava nublado. Mas felizmente não tivemos chuvas no sábado e o público não deixou de ir à feira e circular tranquilamente nos espaços abertos.

 A primeira dama e eu chegamos lá pelas nove e pouco. O movimento já era intenso. Rapidamente me organizei e fui cumprimentar os colegas, dentre eles o simpático casal da Confraria do Vinil, meus amigos Benedito e Rey (Discos Raros) e o gente fina Umberto (UP LPs). Também troquei uma ideia com os feras da Mafer Records, da Neves Records e da Melômano Discos, além do DJ Marco Dusch e do jornalista Lucian Pichetti (genteS finíssimaS).

O primeiro terço da feira foi muito bom e dava a entender que as vendas superariam aquelas de dezembro. Mas não. O público oscilou consideravelmente à tarde e comprou menos. No final, apenas um dos meus colegas estava satisfeito com o resultado. Alguns colecionadores reclamaram dos preços dos vinis importados que encontraram em algumas mesas. E não eram discos do KISS (risos). Aliás, estes parece que ninguém mais procura. Por que será?


Dos que passaram pela minha mesa, pude rever e conhecer alguns. Estavam lá o Diego Kloss (De Volta Para o Vinil), o Antonio e o Otávio (paramentados com camisetas do NAZARETH e muito bom gosto) o amigo do Marco Dusch (fã de SHAKIN' STEVENS), o colecionador Wilson e o colega Ronnie Panzone (trocamos LPs). Algumas pessoas passaram para fazer suas divulgações, como o Rômulo da Luvnyl (www.luvnyl.com) o rapaz da Mascate Online (www.mascateonline.com.br) e o pessoal simpático da Rádio Antena Mágica Curitiba (www.radioantenamagicacuritiba.com.br). Afinal, a gente também está nesse mundo pra se ajudar...

Sobre a organização do evento e as atrações "extra discos", tudo certo como sempre. Vejam na matéria abaixo.



Em suma, OK. Aguardemos a próxima...


P.S: colecionadores, não deixem de conferir a próxima postagem do Blog...

12 de março de 2017

THE BASEBALLS: MAIS "MILAGRES" EM SEU ÚLTIMO CD

Há cerca de quatro anos fiz uma postagem sobre os THE BASEBALLS, trio alemão que vem criando faixas e dando roupagens Rockabilly a sucessos Pop noventistas. A publicação foi bem visualizada e tive um simpático retorno das garotas do The Baseballs Brazil Fans.

Nesta semana recebi um "alerta", desta vez das meninas da The Baseballs Brasil Fanpage. Novos sucessos do Pop Internacional dos anos 1990 pra cá, daqueles que considero INSUPORTÁVEIS, foram categoricamente "reciclados" pelos caras. O resultado está no mais recente lançamento deles, o disco Hit Me Baby (2016).


Vale a pena conferir. Faixas que JAMAIS ouviríamos por mais de dois segundos até o fim agora podem ser curitdas. Tem até BRITNEY SPEARS. O trio faz mesmo milagres...

Abaixo, versões para faixas de SPICE GIRLS, BRITNEY SPEARS e CHER.








3 de março de 2017

(ATUALIZADO) VEM AÍ O NOVO ÁLBUM DO QUIET RIOT

No próximo mês teremos o lançamento de um disco de inéditas de uma das mais loucas bandas que ouvi na vida, o QUIET RIOT. O título do disco é Road Rage e estará disponível a partir de 21 de abril.

Este será o 13º álbum do quarteto (não incluindo coletâneas e discos ao vivo) que foi fundado pelo lendário guitarrista RANDY RHOADS dez anos antes de Mental Health, clássico LP de 1983 que explodiu mundialmente com a faixa-título e o cover do SLADE para "Cum On Feel The Noize". Inclusive, o nome QUIET RIOT foi adotado posteriormente, influenciado por uma conversa do já saudoso guitarrista do STATUS QUO, RICK PARFITT e seu sotaque inglês.

Nesses 44 anos de existência, a banda já teve várias formações, com mais de vinte integrantes passando por ela. Aliás, o novo disco tem um novo vocal. SEANN NICOLS substituiu JIZZY PEARL (que foi seguir carreira solo).

Em minha modesta opinião, todos os discos da banda trazem ao menos alguma faixa boa. Obviamente  Mental Health é incomparável. O último disco de estúdio da banda é um exemplo disso. Quiet Riot 10 (2014) já não traz o vocal inigualável do saudoso KEVIN DUBROW (falecido em 2007) mas tem ao menos duas boas faixas cantadas por JIZZY. Ouçam "Bang For Your Buck".

Abaixo, capa, tracklist e faixa inédita.


01. Nothing but Trouble
02. Let It Go
03. Snake Charmer
04. Hey Little Sister
05. I Don't Need You Anymore
06. Sledge Hammer
07. Never You Mind
08. Empty Rooms
09. Dirty Money
10. The Seeker
11. Road Rage

01. Can't Get Enough
02. Getaway
03. Roll This Joint
04. Freaky Flag
05. Wasted
06. Still Wild
07. Make A Way
08. Renegades
09. The Road
10. Shame
11. Knock Em Down



Para encomendar o seu pelo Google Play, clique AQUI.


P.S: logo após esta publicação, o QUIET RIOT anunciou na rede mundial que o próximo lançamento será adiado. O motivo é a nova troca de vocalista. Após poucos shows, SEANN NICOLS e a banda não continuarão juntos. Ele será substituído por JAMES DURBIN, conhecido por ter participado do programa televisivo de calouros American Idol. A mudança afetou até mesmo o tracklist (já atualizado acima).


1 de março de 2017

DISCO DE INÉDITAS DE GREG KIHN EM MARÇO

Neste mês, mais precisamente no dia 17, o "Seu Gregório" disponibilizará o mais novo lançamento de sua banda. Calma. Essa é apenas uma brincadeira sobre o novo álbum do roqueiro e romancista norte-americano GREGORY STANLEY KIHN, o cara da GREG KIHN BAND. Continua no vácuo? Ouça essa música AQUI.

KIHN e banda lançarão ReKIHNdled, primeiro álbum de inéditas em 21 anos. 

A banda já passou por diversas alterações em seu line-up. JOE SATRIANI já fez parte da banda. O filho de GREG tem tocado com o pai recentemente. Ainda sobre integrantes, o baixista co-fundador e compositor da banda, STEVE WRIGHT, faleceu no mês passado. Que descanse em paz.

Abaixo, capa, tracklist e link para ouvir trechos das faixas no Google Play.


01. The Life I Got
02. Big Pink Flamingos
03. Anthem
04. Cassandra
05. Tell Me Something Good
06. Good To Be Me
07. It’s Never Too Late
08. The Brain Police
09. Trained Monkey
10. I Wrote The Book
11. A Place We Could Meet

Para ouvir trechos das faixas e encomendar o seu álbum, clique AQUI.


23 de fevereiro de 2017

21ª FEIRA DO VINIL DO CANAL DA MÚSICA



A maior feira de discos de vinil do estado do Paraná já tem confirmada sua primeira data em 2017. Será no próximo dia 11 de março (sábado) entre 10-18 horas no Canal da Música. Serão mais de 50 expositores oferecendo milhares de LPs, além das variadas atrações que o evento oferece. Também estarei lá.

Para maiores informações, acesse a página do evento no Facebook clicando AQUI.


AMANHÃ COMEÇA O PSYCHO CARNIVAL. DOMINGO TEM ZOMBIE WALK

Um dos carnavais underground mais fodásticos do planeta tem início nesta sexta (24) aqui em Curitiba.


Para obter informações, saber sobre ingressos e conhecer mais sobre as atrações clique AQUI ou acesse a página do evento na rede social Facebook clicando AQUI.


ZOMBIE WALK CONFIRMADO
E quando tudo parecia perdido - o evento havia sido cancelado anteontem - os organizadores do tradicionalíssimo Zombie Walk confirmaram a realização do mesmo.

Para obter maiores informações acesse a página do evento na rede social Facebook clicando AQUI.


22 de fevereiro de 2017

NOVO DISCO DO THUNDER JÁ ESTÁ DISPONÍVEL

A super bacana banda britânica THUNDER disponibilizou no último dia 10 seu mais novo álbum. Trata-se de Rip It Up, o décimo-primeiro disco de estúdio dos ingleses (sem incluir coletâneas, discos ao vivo, EPs, etc)..

E como não poderia ser diferente, os caras exploraram várias mídias. Além do ITunes e do CD simples, o álbum estará disponível em CD triplo + EP, LP duplo + EP, LP duplo dourado, LP duplo personalizado e fita cassete (!), além de opções de packs com mais de um formato, incluindo um com todos eles. 

Historicamente, a banda sempre ofereceu seus lançamentos em formatos variados. Aliás, se você procura uma banda diferente para "colecionar" o THUNDER é uma alternativa bem divertida. E os preços não são exorbitantes.

Abaixo, capa, tracklist e faixa-título, muito tesão por sinal.


FAIXAS DISPONÍVEIS EM TODOS OS FORMATOS
01. No One Gets Out Alive
02. Rip It Up
03. She Likes Cocaine
04. Right From The Start
05. Shakedown
06. Heartbreak Hurricane
07. In Another Life
08. The Chosen One
09. The Enemy Inside
10. Tumbling Down
11. There's Always A Loser

FAIXAS EXCLUSIVAS DO EP
01. Fire In The Mountain
02. Blue Eyed Girl
03. Beyond The Stars
04. I Will Return

FAIXAS AO VIVO EXCLUSIVAS DO CD TRIPLO E DO LP DUPLO
01. Wonder Days (Live)
02. Black Water (Live)
03. River Of Pain (Live)
04. Chasing Shadows (Live)
05. Broken (Live)
06. The Devil Made Me Do It (Live)
07. Backstreet Symphony (Live)
08. I'll Be Waiting (Live)
09. Resurrection Day (Live)
10. The Thing I Want (Live)
11. Love Walked In (Live)
12. I Love You More Than Rock 'n' Roll (Live)
13. The Rocker (Live)
14. Dirty Love (Live)

FAIXA AO VIVO EXCLUSIVA PELO iTUNES
01. No One Get's Out Alive (Live in Hamburg)


Para encomendar o seu exemplar, clique AQUI.


7 de fevereiro de 2017

REVIEW: FEIRA DE DISCOS DA BOCA MALDITA

Sucesso. Com essa palavra posso resumir a primeira edição da Feira de Discos da Boca Maldita, evento organizado pelos lojistas Horácio (Sonic Discos - Especiarias Sonoras) e Marcos (Joaquim Livros & Discos).

Fiquei muito contente em poder participar da feira (embora estivesse desacompanhado da primeira-dama). Cheguei de táxi com uma hora de antecedência. A turma ajudou com carrinho para as caixas de discos e acesso ao elevador de serviço. Chegando ao hall destinado à feira tudo estava muito calmo, com expositores organizando material e atualizando a conversa até que as portas fossem abertas. Dalí em diante as pessoas não pararam de chegar. Embora as vendas tenham oscilado entre os expositores (uns vendendo mais, outros menos) não faltou clientela.

Figurinhas carimbadas de todas as feiras misturavam-se a transeuntes e curiosos, todos bombeados pela "aorta" Avenida Luis Xavier. Assistam a uma matéria sobre a feira clicando AQUI. Por não poder oferecer mesa cheia fiquei com a opção de "dividi-la" com outro expositor, no caso o Discotecário BOB. Gente fina. Inclusive fizemos rolos com alguns LPs. Logicamente pude reencontrar outros vendedores como meus velhos amigos da Discos Raros, além do Adriano Discos. Também tive contato com o Sebo Alternativo e o casal bacana da Confraria do Vinil.

Confesso que não esperava tal fluxo de pessoas. Alguns clientes da última feira do Canal da Música passaram pelas minhas caixas. Foi bacana revê-los. Aproveitei para divulgar o Blog (pessoal, eu prometo que desta vez vou mandar fazer uns cartões). O papo foi muito bacana com todos. Pela primeira vez encontrei numa feira outros admiradores da banda norte-americana CHEAP TRICK. Aliás, ela foi tema de algumas conversas.


Em suma, a Feira de Discos da Boca Maldita estreou com o pé direito e abriu uma nova opção em feira de vinis em Curitiba.

E fiquem atentos, pois pode rolar em breve novidade sobre venda de vinis e afins em Curitiba.


6 de fevereiro de 2017

ROCK DE LUTO: JOHN WETTON

Uma lenda do Prog, um ícone do Hard e um deus do AOR. Assim eu defino JOHN WETTON. O baixista e vocalista inglês faleceu no último dia 31. Ele tinha 67 anos e lutava contra o câncer.


WETTON deixou um legado impressionante. Seus trabalhos, tanto as pequenas colaborações quanto os projetos próprios, são quase incontáveis. Ainda jovem participou de algumas bandas como MOGUI THRASH e FAMILY. Em seguida, envolveu-se em diversos projetos com grandes nomes da música mas foi no KING CRIMSON em 1972 que começou a destacar-se. Tocou e gravou com PETER  BANKS (do YES), BRIAN ENO, BRYAN FERRY, URIAH HEEP e PHIL MANZANERA, dentre outros.Também marcou presença no bom grupo progressivo U.K.

Mas foi na década seguinte que o JOHN WETTON mais conhecido dos roqueiros surgiu. Em 1980 gravou seu primeiro disco solo. Na mesma época passou pelo WISHBONE ASH. Em seguida veio o projeto definitivo de sua carreira, a banda ASIA. Com clássicos eternos como "Heat Of The Moment" e "Only Time Will Tell" ele solidificou-se no mundo da música como um importante nome.

Participou do projeto PHENOMENA em 1987 no disco Phenomena II: Dream Runner. Esse álbum ficou muito conhecido no Brasil por trazer a música "Did It All For Love", sucesso monstruoso nos comerciais dos cigarros Hollywood. Depois disso manteve-se sempre envolvido em projetos próprios, como o WETTON/DOWNES, e outras intermináveis colaborações. Um verdadeiro soldado do Rock.

Abaixo, um pouquinho (pouquinho mesmo) da imensa e fodástica carreira desse cara que eu admiro demais.





















Obrigado pela música, JOHN. Descanse em paz. 😢


31 de janeiro de 2017

VOCÊ SABIA? GEOFF NICHOLLS JÁ FEZ SESSÃO DE AUTÓGRAFOS EM CURITIBA

Em 2008 um episódio bizarro ocorreu com grandes figuras do Rock em Curitiba. JOE LYNN TURNER (DEEP PURPLE, RAINBOW), TONY MARTIN e GEOFF NICHOLLS (BLACK SABBATH) estiveram em nossa capital para uma noite de muita música. Mas uma série de questões inviabilizou a apresentação.

Com mudanças e imprevistos, os roteiros dos músicos em nossa capital foram distintos naquele dia. TONY e GEOFF, por exemplo, foram a uma sessão de autógrafos na loja Classic Laser (confiram no vídeo a seguir).


E não foi só isso. Confiram uma resenha publicada sobre o que aconteceu clicando AQUI.


ROCK DE LUTO: GEOFF NICHOLLS (BLACK SABBATH)

Faleceu no último dia 28 um importante nome do Rock, o tecladista, guitarrista e vocalista GEOFF NICHOLLS. Ele tinha 68 anos e lutava contra um câncer.


GEOFF é um daqueles caras fundamentais que muitas vezes não aparecem em capas de discos.  Foi tecladista do BLACK SABBATH em dez discos (1980-1995). Chegou a fazer backing vocals e até guitarra na banda de IOMMI. Também participou da carreira solo de TONY MARTIN (ex-BLACK SABBATH). No começo de sua carreira, o tecladista foi integrante de uma banda setentista chamada QUARTZ. Antes disso, na mesma década, participou de um projeto psicodélico chamado de THE WORLD OF OZ.

Abaixo, alguns registros com a presença do lendário músico.

Em sua banda QUARTZ, ele aparece detonando durante os anos 1970.

Cara, essa formação do SABBATH é muito louca: além de TONY e GEOFF, aparecem IAN GILLAN e BEV BEVAN (ex-baterista da ELECTRIC LIGHT ORCHESTRA).

Muitos criticam o SABBATH sem OZZY. Eu não. Horrível seria ver o SABBATH sem IOMMI.

Aqui um show completo da fase noventista do SABBATH, com GEOFF aparecendo no palco.


Uma reunião recente da velha banda de GEOFF. Notaram que ele toca guitarra nesta faixa?

Descanse em paz, GEOFF.


30 de janeiro de 2017

FEIRA DE DISCOS DA BOCA MALDITA



E no próximo sábado (04) tem a primeira grande feira de discos de 2017 em Curitiba. Trata-se da Feira de Discos da Boca Maldita, organizada pela parceria entre a Joaquim Livros & Discos e a Sonic Discos - Especiarias Sonoras. A feira será realizada entre 10-19 horas no coração de Curitiba, mais precisamente no hotel Slaviero Slim Centro, bem na Rua XV, ao lado da Praça Osório. 

Serão diversos expositores de vários estados do Brasil. Gostaria de comunicar aos leitores e seguidores do Blog que ESTAREI LÁ com a Roqueiro Curitibano Discos. Inclusive terei vários LPs a preços bem bacanas. Agradeço ao Marcos (da Joaquim) pela oportunidade.

Para maiores informações, acesse a página do evento no Facebook clicando AQUI.


23 de janeiro de 2017

QSP, O MAIS NOVO PROJETO DO BOM E VELHO ROCK

Em uma postagem recente, citei a reunião de três lendas do Glam Rock setentista, SUZI QUATRO, ANDY SCOTT e DON POWELL. A rainha de Detroit, o guitarrista do THE SWEET e o batera do SLADE haviam anunciado uma turnê pela Austrália e o lançamento de um novo projeto, o QSP.

Pois é, o disco saiu na última sexta (20). E tudo o que posso dizer é que vocês PRECISAM ouvi-lo. São 14 faixas incluindo covers e material novo. 

Dizem que não se faz mais Rock como antigamente. Eu concordo. E quem faz música boa há pelo menos quarenta anos certamente não perde a mão. Este disco prova isso.

Abaixo, capa e tracklist.


01. Slow Down
02. Long Way from Home
03. Tobacco Road
04. If Only
05. Bright Lights Big City
06. Pain (Orchestral)
07. Just Like a Woman
08. Mend a Broken Heart
09. The Price of Love
10. Broken Pieces Suite
11. I Walk On Gilded Splinters
12. Late Nights Early Flights
13. Little Sister
14. Pain (Band Version) [faixa bônus]

Ouçam um trecho de cada faixa clicando AQUI.

Exatamente uma semana após o lançamento do projeto QSP, no próximo dia 27, sai o novo disco de covers da banda KROKUS

Depois que eu ouvir esses dois discos, 2017 pode acabar ; )


18 de janeiro de 2017

BOB SEGER GRAVA MÚSICA EM HOMENAGEM A GLENN FREY. FAIXA ESTÁ DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD GRÁTIS

O músico norte-americano BOB SEGER fez uma homengaem ao já saudoso GLENN FREY, co-fundador do THE EAGLES. Ele gravou uma faixa chamada "Glenn Song" em tributo ao velho amigo que faleceu recentemente.

A música não tem apelo comercial ou coisa do tipo, tratando-se apenas de um belo tributo a uma amizade que durou décadas. BOB declarou que espera que a canção não faça CINDY - viúva de GLENN - chorar, embora isso provavelmente aconteça. Grande atitude, Mr. SEGER. 

A faixa está disponível para download gratuito no site do músico. Para baixá-la, clique AQUI.