6 de fevereiro de 2017

ROCK DE LUTO: JOHN WETTON

Uma lenda do Prog, um ícone do Hard e um deus do AOR. Assim eu defino JOHN WETTON. O baixista e vocalista inglês faleceu no último dia 31. Ele tinha 67 anos e lutava contra o câncer.


WETTON deixou um legado impressionante. Seus trabalhos, tanto as pequenas colaborações quanto os projetos próprios, são quase incontáveis. Ainda jovem participou de algumas bandas como MOGUI THRASH e FAMILY. Em seguida, envolveu-se em diversos projetos com grandes nomes da música mas foi no KING CRIMSON em 1972 que começou a destacar-se. Tocou e gravou com PETER  BANKS (do YES), BRIAN ENO, BRYAN FERRY, URIAH HEEP e PHIL MANZANERA, dentre outros.Também marcou presença no bom grupo progressivo U.K.

Mas foi na década seguinte que o JOHN WETTON mais conhecido dos roqueiros surgiu. Em 1980 gravou seu primeiro disco solo. Na mesma época passou pelo WISHBONE ASH. Em seguida veio o projeto definitivo de sua carreira, a banda ASIA. Com clássicos eternos como "Heat Of The Moment" e "Only Time Will Tell" ele solidificou-se no mundo da música como um importante nome.

Participou do projeto PHENOMENA em 1987 no disco Phenomena II: Dream Runner. Esse álbum ficou muito conhecido no Brasil por trazer a música "Did It All For Love", sucesso monstruoso nos comerciais dos cigarros Hollywood. Depois disso manteve-se sempre envolvido em projetos próprios, como o WETTON/DOWNES, e outras intermináveis colaborações. Um verdadeiro soldado do Rock.

Abaixo, um pouquinho (pouquinho mesmo) da imensa e fodástica carreira desse cara que eu admiro demais.





















Obrigado pela música, JOHN. Descanse em paz. 😢


Nenhum comentário: