14 de agosto de 2017

REVIEW: FEIRA DE DISCOS DA BOCA MALDITA #2

A segunda edição da Feira de Discos da Boca Maldita deixou sua marca no cenário "vinílico" curitibano. Embora considerado "mediano", o evento organizado pelas lojas Sonic Discos - Especiarias Sonoras e Joaquim Livros e Discos provou mais uma vez ser bastante intenso.

O endereço foi mais uma vez o coração da cidade, a Boca Maldita. O Hotel Slaviero Slim Centro foi novamente uma boa opção, embora o espaço seja um pouquinho apertado. Mas feira de vinil é como coração de mãe...

Cheguei dentro do horário (até 9h30 para expositores) recebendo um ótimo suporte do funcionário da casa que ansiosamente perguntava sobre LPs da banda FOO FIGHTERS.

Sempre bom rever amigos e colegas do vinil, como os amigos Benedito, Ivo, Rey, Christopher e Werkley (da Feira da Música na Praça da Espanha) dentre outros. É claro, sem esquecer dos organizadores Marcos e Horário.

Sobre os preços dos discos, as opções variam tanto quanto as opiniões. Mas é consenso que alguns itens específicos supervalorizaram nos últimos anos, como os LPs do DAVID BOWIE, os chamados vinis de Grunge e certas linhas de música brasileira.

Por outro lado, material raro de algumas bandas clássicas como GRAND FUNK e ALICE COOPER parecia não ter procura.

O movimento foi muito semelhante ao da primeira feira no hotel. Particularmente, aguardava um público ligeiramente maior, já que no mês de junho não tivemos a famosa Feira do Vinil no Canal da Música. Aliás, a pergunta que fica é: será que ainda teremos tal feira (a próxima edição deve - ou deveria - ser em setembro)?

Mais uma vez destaco o bom papo entre expositores e colecionadores. Muita gente nova em comparação à edição anterior. Mas claro, várias figurinhas carimbadas deram o "ar da graça".

Em suma, uma ótima feira. Esperamos por mais eventos assim até o final deste ano.


Nenhum comentário: