18 de julho de 2018

NAZARETH EM DOSE TRIPLA: DISCO NOVO, SUPER CAIXA COM RARIDADES E COLETÂNEAS

Essa vai ser a postagem mais extensa que já escrevi sobre a clássica banda escocesa NAZARETH. E tudo isso porque 2018 não será um ano sabático, mas certamente um ano nazarético (Rá!). Comemorando Bodas de Ouro, os escoceses oferecerão aos fãs lançamentos muito significativos neste ano. 


Mas antes de falar do que vem por aí, gostaria de decorrer sobre a banda e seus admiradores.

COMO VEJO O NAZARETH
O NAZARETH é uma banda interessante de se analisar. Amada em vários lugares do planeta (como aqui em Curitiba), pouco impactante em outros locais, a trupe escocesa é vista de vários prismas. Percebo exageros nas críticas e até nos elogios à banda. Independente disso, uma coisa é certa: o NAZARETH é um dos grandes nomes do Rock and Roll. Nenhuma banda completa 50 anos de carreira na ativa sem méritos.

Acredito que o momento mais frágil de sua imponente história foi o período entre 2011 e 2014. Nesses quatro anos, os escoceses amargaram a saída do eterno vocalista DAN McCAFFERTY, lançaram o disco Big Dogz (ruim na minha opinião) e trocaram duas vezes de vocalistas (LINTON OSBORNE chegou, gravou um DVD que quase não saiu, e foi substituído pelo experiente CARL SENTANCE).

Fora isso, penso que o “NAZA” colheu justamente os louros do sucesso tanto em seus primórdios quanto no período mais comercial da banda.

COMO VEJO OS “FÃS” DA BANDA
Destacarei três tipos clássicos de admiradores da banda:

Fãs que acham que a banda só gravou baladas: são aquelas pessoas que amam flashbacks e não se aprofundam nos temas musicais em geral, reavivando suas memórias sempre que a Rádio Caiobá FM (por exemplo) toca “Love Hurts” ou “Dream On”. Acham que a banda só lançou os álbuns “Ballad” e acabou ainda nos anos 1980. Certamente se surpreenderão ao saber que algum integrante está vivo.

Fãs que só curtem a fase inicial da banda: roqueiros exigentes e puristas, daqueles que curtem música complexa. Eles ODEIAM essa fase oitentista da banda e qualquer coisa do gênero. Pra eles, “Sexta Rock” é coisa de adolescente pinguço.

Fãs que seguem o padrão "Project" de qualidade: fanáticos e/ou entusiastas, esses curtem todas. Chacoalham o esqueleto com “Punch a Hole In The Sky” (faixa recente e não consolidada por falta de divulgação) e se balangam de um lado pro outro com “Games” (ainda mais depois de tomar um guaraná...).

EM SUMA...
Escrevi tudo isso pra concluir o seguinte: gostem ou não, negar a importância e o conjunto da obra do NAZARETH é heresia total. Assim como seria pecaminoso, por exemplo, desdenhar o trabalho do GOLDEN EARRING simplesmente por não conhecer o trabalho dessa lendária banda holandesa, também na ativa desde os anos 1960 e bem menos divulgada por aqui!

Ignorância de uns não significa falta de qualidade de outros...

Agora, as três novidades.

1- DISCO NOVO
Primeiramente, tenho que falar do disco novo. A banda assinou com a Frontiers e já programou para este ano o lançamento de Tattoed On My Brain. Será a primeira vez que um novo vocalista gravará um disco de estúdio pelo NAZARETH.

Abaixo, capa, tracklist e faixa de divulgação:


01. Never Dance With The Devil
02. Tattooed On My Brain
03. State Of Emergency
04. Rubik's Romance
05. Pole To Pole
06. Push
07. The Secret Is Out
08. Don't Throw Your Love Away
09. Crazy Molly
10. Silent Symphony
11. What Goes Around
12. Change
13. You Call Me



Para encomendar o seu exemplar, clique AQUI.


2- CAIXA FODÁSTICA 
Bom, e o que vou dizer sobre essa Box???


- Apenas 5.000 unidades, sendo que 500 serão autografadas pelos integrantes;
- 25 CDs (discografia básica remasterizada com os dois tradicionais álbuns ao vivo);
- CD triplo com singles, EPs, B-Sides e faixas bônus;
- CD triplo com faixas raras e inéditas;
- 4 álbuns em vinil 180 gramas (sendo 1 Picture Disc e 2 duplos ao vivo na BBC);
- 3 compactos em vinil;
- 1 livro capa dura com 52 páginas (medindo 12” x 12”);
- Memorabilias impressas e um broche de metal (a caveira com asas).

Veja o unboxing promocional abaixo. O preço? Aproximadamente R$ 755,01 (sem contar o envio).



Para encomendar o seu exemplar, clique AQUI.


3- NOVAS COMPILAÇÕES
Quer medir se um fã do NAZARETH entende da discografia da banda? Pergunta pra ele quantas coletâneas o NAZARETH já lançou oficialmente. Quer ferrar com ele? Pergunta quantas coletâneas foram lançadas ALÉM das oficiais...


E ponha mais uma na conta: Loud & Proud! Anthology. Ela sairá em CD triplo (58 faixas) e vinil duplo colorido (24 faixas).

Para encomendar o seu exemplar CD, clique AQUI.
Para encomendar o seu exemplar LP, clique AQUI.


Se alguém aqui comprar a caixa não deixe de mostrar pra gente, beleza???


Um comentário:

GR33Nh4T disse...

Sensacional o post, Denis.

Eu que sou fa da banda, tava torcendo para não terminar de ler, principalmente pelas novidades de lançamento!