9 de março de 2020

FEIRA NACIONAL PROVA A FORÇA DA CULTURA DO VINIL EM CURITIBA


No último sábado (07), centenas de pessoas marcaram presença na décima-primeira edição da Feira Nacional Curitiba Vinil, realizada no centro da capital paranaense. A movimentação foi intensa durante todo o dia, com pessoas de todas as tribos e idades. “Aqui é a Feira Nacional do vinil, né???”, perguntou um garotinho que chegou com a mãe.

Foto: Danilo (Lúcidos Delírios)
O prato principal da feira foi o disco de vinil, ofertado em seus mais variados formatos, estilos e preços. Mas o visitante também pôde comprar CDs, DVDs, camisetas temáticas de qualidade, broches, adesivos, livros e outros colecionáveis, além de brechó, cafeteria com salgados e feijoada, cervejas, chopp e até tratamento de beleza gratuito em razão do Dia Internacional da Mulher. O bom papo e os registros para redes sociais foram uma constante durante todo o dia de evento.

Apesar da instabilidade que afeta a economia, o elevado número de vendas de LPs foi destacado pelos expositores. “A vantagem de se comprar em uma feira é que você não paga frete, confere o real estado do produto e ainda pode ganhar um desconto”, destacou Deyse Cristina, esposa de um dos vendedores. Foi o caso de um colecionador que comprou vasto material com o vendedor de CDs Dennys Amaral. A negociação envolveu mais de 70 títulos, raridades fora de catálogo em sua maioria, e que tiveram um preço final satisfatório para o colecionador. “Se for uma venda grande, dá pra fazer um preço bem bom”, comentou Dennys.

Alguns vendedores, que também são colecionadores, relataram que praticamente não conseguiram conferir o material colocado à venda pelos colegas em razão da intensidade do público: “Nem consegui garimpar com a rapaziada. Só correria” comentou o expositor Tiago Puppi.  Celso, proprietário da Ruído Camisetas e um dos integrantes da Curitiba Vinil (organizadora da feira) passou pela mesma situação: “Sinal de boas vendas”, afirmou.

A Travessa, galeria comercial do Green Center Office, novamente sediou a Feira Nacional, atendendo satisfatoriamente com espaço funcional para exposição e circulação, estacionamento anexo, seguranças, banheiros limpos e entradas por dois dos mais tradicionais endereços de Curitiba (Rua São Francisco e Rua 13 de Maio). A localização privilegiada viabilizou a chegada por vários meios (veículos próprios, aplicativos em geral, bicicleta, ônibus etc.).

Segundo Ronald Gel, organizador da feira, o foco para as próximas edições é um maior alcance da feira junto ao público. “A intenção é ampliar ainda mais”, relatou. Novidades para as próximas edições estão sendo estudadas: “Não dá pra parar”, finalizou.

Confiram as datas das próximas edições de 2020 (sujeitas a alterações):
12a edição - 06/06/2020
13a edição - 12/09/2020
14a edição - 05/12/2020

Mais informações para colecionadores e lista de espera para expositores:
Curitiba Vinil
https://www.facebook.com/Curitibavinil/
(41) 99131-7606


2 comentários:

Unknown disse...

Feira muito boa..organizada..achei uns vinis conservados e sem risco...fiz bons negócios..boa gastronomia..vou voltar

Denis Luiz disse...

Olá, Anonimo!

Grato pelos seus comentários no Blog.

Um grande abraço!

Att,

Denis Luiz