28 de abril de 2019

SLADE EM 2019: NOVO VOCALISTA E INTEGRANTE ORIGINAL EM RECUPERAÇÃO

O tempo passa para todo mundo. Essa frase serve também para os grandes nomes do Rock. No caso do nosso querido SLADE não é diferente. A banda começou 2019 na correria, mas, aos poucos, vai botando a casa em ordem. Além de uma nova alteração na formação da banda, um dos integrantes originais está se recuperando por questões de saúde.

Mal McNulty (esq.) deixou a banda. Don Powell (2o a esq.) segue cuidando da saúde.

NOVO VOCALISTA
O quarto vocalista na história do SLADE é RUSSELL KEEFE. Ele substitui MAL McNULTY neste ano. MAL estava na banda desde 2005 e já era pra ser substituído há um tempo, mas a banda vinha encontrando dificuldades nesta reposição. Antes de MAL, a banda teve os vocalistas STEVE WHALLEY  e o inigualável NODDY HOLDER.


RUSSELL não é conhecido por aqui e vem de um projeto de Blues chamado TBELLY, que não tem nada a ver com o SLADE. Confira o clipe da faixa "Tie It On My Face". Aliás, o vocal dele é muito bom, mas nem de longe segue o padrão dos frontman anteriores. Abaixo, a faixa "Coz I Luv You" já cantada pelo novo vocalista.


Seja bem vindo, RUSSELL!


BATERA EM RECUPERAÇÃO
O baterista DON POWELL vai recuperando sua saúde. Ele foi internado em dezembro e faria uma cirurgia. Ele vem sendo substituído pelo baterista do SWEET, BRUCE BISLAND. As bandas fizeram shows em parceria recentemente. Segundo comunicado da banda, BRUCE precisará voltar ao SWEET, e quem assumirá as baquetas do SLADE é ALEX BINES, que tocou originalmente no SOLID SENDERS, projeto de WILKO JOHNSON (ex-DR. FEELGOOD), além de permanecer mais de 30 anos na versão mais recente da banda RUBETTES.


DON é integrante original da banda e lançou sua biografia oficial em 2013 chamada Look Wot I Dune. Recentemente, além do SLADE, ele trabalhou no espetacular projeto QSP (com SUZI QUATRO e ANDY SCOTT do SWEET). Em seu site, anunciou um novo projeto paralelo chamado DON POWELL'S OCCASIONAL FLAMES. Aguardemos.

Desejo imediata recuperação ao lendário DON!


Nota: a maioria dos fãs das bandas em geral é um pouco resistente à mudanças em suas formações. Não fiz nenhuma pesquisa científica para concluir isso, mas aposto umas Heinekens que comprovaria isso fazendo perguntas a uma amostra básica de fãs. E o SLADE é um daqueles casos em que "se não é o vocalista original, não é mais a banda". Temos vários casos que se encaixam nessa linha de pensamento: FREDDIE MERCURY (QUEEN), JOHN FOGERTY (CREEDENCE), STEVE PERRY (JOURNEY)... Também sou um pouco assim. Mas tão certa quanto a frase que citei no início deste post - o tempo passa para todo mundo - é a frase "a vida continua". E não podemos simplesmente ignorar aqueles que seguem em seu árduo trabalho. Nunca será como antes, mas deve seguir. Afinal, caminha-se "para frente". Farei uma postagem sobre isso um dia.


Nenhum comentário: